Caráter e Liderança

Tempo de leitura: 2 minutos

Narrada por Luiz Felipe D’Avila, a minissérie traça o perfil de nove grandes estadistas, líderes da construção das instituições democráticas brasileiras desde a independência até os dias de hoje.

Campos Salles, D. Pedro II, Fernando Henrique Cardoso, Joaquim Nabuco, José Bonifácio de Andrada e Silva, Oswaldo Aranha, Prudente de Moraes, Rodrigues Alves e Ulysses Guimarães foram protagonistas em momentos decisivos da edificação e preservação das instituições democráticas no país: a independência, a abolição da escravatura, a instituição da República liberal e constitucional, a luta contra regimes autoritários, a restauração dos laços entre governo e sociedade, a reorganização da economia e a promoção de reformas estruturais do Estado.

Eles são exemplos não apenas de caráter e liderança, mas da luta contra a herança do colonialismo mercantilista, que gerou um enorme apego ao corporativismo, ao protecionismo e à ideia de que o Estado deve ser o condutor onisciente das venturas do povo.

Episódio 1 | A luta contra regimes autoritários


Oswaldo Aranha
Por meio da política externa, Oswaldo Aranha conseguiu afastar o País dos regimes autoritários. Ícone do multilateralismo, Aranha trouxe grande prestígio ao Brasil e foi o primeiro presidente da ONU.

 Episódio 2 | A continuidade das políticas públicas


Três grandes presidentes paulitas. Autor da primeira Constituição da República ao lado de Rui Barbosa, Prudente de Morais governou em parceria com o Congresso e conseguiu pacificar diversas revoltas militares. Campos Salles arrumou as finanças publicas e tornou o Estado uma máquina enxuta e eficaz. Rodrigues Alves sabia traballhar em equipe. Faziam parte do seu time nomes como Osvaldo Cruz, Leonardo Bulhões e Barão do Rio Branco. Foi essa grande parceria que permitiu ao Brasil superar um surto de febre amarela.

Episódio 3 | Abolição da escravatura


Joaquim Nabuco
Nabuco peitou o corporativismo da época e enfrentou a questão mais difícil do século XIX: a escravidão. Acabar com o regime escravagista era mais do que uma questão política e econômica: ele aumentava o fosso da desigualdade.

Episódio 4 | A luta pela democracia


Ulysses Guimarães
Uma trajetória de combate ao autoritarismo. Contraponto ao governo militar no Congresso desde 1964, Ulysses percorreu o país em campanhas pela democracia e liberdade. Foi presidente da Assembleia Constituinte de 1988.

Episódio 5 | Reorganização da economia e reformas estruturais do Estado


Fernando Henrique Cardoso
Pai do Plano Real, Fernando Henrique acabou com a hiperinflação no Brasil e executou inédita agenda reformista: privatizou empresas, abriu o setor de telecomunicaçãoes e criou um exemplar programa de educação.

Episódio 6 |


José Bonifácio
Impetuoso e incansável. José Bonifácio tinha mais de 56 anos quando foi convidado pelo jovem príncipe Pedro a construir o Estado Brasileiro e articular a luta pela Independência. Foi também o tutor de seu filho, D. Pedro II.

Compartilhe conhecimento
Tempo de leitura: 2 minutos
Curadoria
 

Seleção diária de artigos para enriquecer a discussão da agenda positiva do País

13/4 TERÇA

  1. NO VALOR. Entrevista com Carlos Ari Sundfeld. Interferência de um poder sobre outro é o normal. Jurista critica a nova Lei de Licitações e afirma que municípios e até mesmo o governo federal poderão não cumprir as novas regras para contratações.
  2. NO ESTADÃO. Felipe Salto. Alô, alô, planeta Terra chamando. O Brasil perdeu a capacidade de planejar. Esse é o pecado original não expiado.
  3. NA FOLHA. Cecilia Machado. Um ano de pandemia e não conseguimos resolver detalhes elementares do auxílio emergencial. É difícil entender por que insistimos em um desenho que não atende preceitos básicos que uma ajuda assistencial deve satisfazer.
  4. NO ESTADÃO. Pedro Fernando Nery. Deveríamos falar em vacinar primeiro a população negra. Negros têm probabilidade maior tanto de morte quanto de internação do que brancos.
  5. NO ESTADÃO. Ana Carla Abrão. Brasil tem tanta vida que vale a pena buscar uma saída. Com a pandemia e a assimetria dos seus impactos por renda, gênero e raça, não haverá o que se comemorar nos próximos. 
  6. NO ESTADÃO. Rubens Barbosa. Questão religiosa. Estamos diante de um problema político sério que a direita evangélica traz para a democracia.
  7. NO ESTADÃO. Bernard Appy. Reforma tributária dos EUA traz sinalizações importantes para o mundo. Mudanças visam arrecadar recursos para o programa de investimentos do governo de Joe Biden.
  8. NO VALOR. Izabella Teixeira e Ana Toni. Geopolítica da sustentabilidade e as negociações Brasil-EUA. É a Amazônia que coloca ou retira o Brasil do mundo contemporâneo.
  9. NO VALOR. Rana Foroohar. A indústria e as superpotências. Biden defendeu a reavaliação das vulnerabilidades da cadeia de suprimentos.
  10. NO O GLOBO. Synesio Sampaio Goes Filho. Alexandre de Gusmão, um ilustre desconhecido. 

    Receba a curadoria todos os dias em seu email

Compartilhe conhecimento