Felipe Salto | Impacto da crise do coronavírus nos gastos públicos

Tempo de leitura: < 1 minuto

Nesta sexta-feira, Felipe Salto, diretor-executivo da IFI (Instituição Fiscal Independente) do Senado e especialista na análise de contas públicas comenta o impacto do aumento dos gastos públicos do governo para sair da crise do coronavírus. Na sua visão, o apoio a Estados e municípios deve ser feito por meio de gastos focados e temporários para evitar a contratação de uma herança impagável.

Felipe discute a falta de liderança na execução das reformas estruturais do País e na articulação imperativa ao regime de recuperação fiscal nos Estados: o pós-crise demandará enorme diálogo para evitar o colapso fiscal dos mesmos.

 

Felipe Salto é economista e mestre em Administração Pública e Governo pela FGV-SP. Consultor econômico foco em macroeconomia, contas públicas e contas externas, Felipe trabalhou na Tendências Consultoria, do ex-Ministro Mailson da Nóbrega, na assessoria do Senador José Serra. Professor e autor de artigos na Folha de S. Paulo, no Valor Econômico e no  Estado de S. Paulo. Em 2016 foi aprovado para exercer mandato de seis anos como Diretor-Executivo da recém-criada IFI – Instituição Fiscal Independente.

Compartilhe conhecimento

Tempo de leitura: < 1 minuto

Curadoria
 

Seleção diária de artigos para enriquecer a discussão da agenda positiva do País

25/2 QUINTA

  1. NA EXAME. Daniel Goldberg. A tragédia das intervenções: de Bolsonaro a Paes. Atuação dos governos reflete falta de debate público maduro sobre função de estatais.
  2. NA FOLHA. Solange Srour. Controle de preços já custou recessão profunda, inflação e maiores juros e déficits fiscais. Propensão de investidores é aversão a risco, o que implica aumento de custos e diminuição do bem-estar da sociedade.
  3. NO VALOR. Francisco Gaetani e Virgilio Almeida. Empurrão digital para o pós-pandemia. Não há iniciativa com benefícios mais estratégicos que a de formar quadros com competências digitais.
  4. NO ESTADÃO. José Pastore. Famílias que dependiam de idosos mortos pela covid precisam de auxílio. Em 13,5 milhões de domicílios do País, os idosos são os únicos responsáveis pela renda familiar.
  5. NA FOLHA. Entrevista com Naércio Menezes Filho. Piso para gastos em educação e saúde não é ideal, mas é muito pior não tê-lo.
  6. NO CANAL MYNEWS. Vilma Pinto. Gastos nos estados durante a pandemia. Com a divulgação das contas de 2020, é possível fazer uma análise do desempenho das despesas estaduais a partir da classificação funcional.
  7. NO ESTADÃO. Eugênio Bucci. Sinais de fissão. Eles já se fazem notar entre o Planalto e a turma discreta que agora pede mais juros.
  8. NA FOLHA. Nova moeda digital chinesa visa controle sobre economia e sociedade. E-yuan permitirá extrair e analisar enorme conjunto de dados sobre cidadãos; projeto é forte golpe às fintechs do país.
  9. Receba a curadoria todos os dias em seu email

Compartilhe conhecimento