Felipe Salto | Impacto da crise do coronavírus nos gastos públicos

Tempo de leitura: < 1 minuto

Nesta sexta-feira, Felipe Salto, diretor-executivo da IFI (Instituição Fiscal Independente) do Senado e especialista na análise de contas públicas comenta o impacto do aumento dos gastos públicos do governo para sair da crise do coronavírus. Na sua visão, o apoio a Estados e municípios deve ser feito por meio de gastos focados e temporários para evitar a contratação de uma herança impagável.

Felipe discute a falta de liderança na execução das reformas estruturais do País e na articulação imperativa ao regime de recuperação fiscal nos Estados: o pós-crise demandará enorme diálogo para evitar o colapso fiscal dos mesmos.

 

Felipe Salto é economista e mestre em Administração Pública e Governo pela FGV-SP. Consultor econômico foco em macroeconomia, contas públicas e contas externas, Felipe trabalhou na Tendências Consultoria, do ex-Ministro Mailson da Nóbrega, na assessoria do Senador José Serra. Professor e autor de artigos na Folha de S. Paulo, no Valor Econômico e no  Estado de S. Paulo. Em 2016 foi aprovado para exercer mandato de seis anos como Diretor-Executivo da recém-criada IFI – Instituição Fiscal Independente.

Compartilhe conhecimento
Tempo de leitura: < 1 minuto
Curadoria
 

Seleção diária de artigos para enriquecer a discussão da agenda positiva do País

26/2 SEXTA

  1. NO ESTADÃO. Entrevista com Maria Cristina Pinotti. Brasil está no meio de uma avalanche de legalização da corrupção.
  2. NO ESTADÃO. Elena Landau. Não há nada que proteja uma estatal da tentação populista. Por mais relevante e urgente que seja privatizar tudo neste País, usar uma MP é uma péssima ideia.
  3. CONJUNTURA ECONÔMICA. Entrevista com Fernanda Delgado. “Voltar com mecanismo de controle de preços seria um tiro no pé por parte do governo e da Petrobras”.
  4. NO VALOR. Joaquim Levy. A transposição do São Francisco pelo prisma fiscal. Uma instituição que faça a governança necessária poderia evitar que o investimento se deteriore e vire problema fiscal.
  5. NO VALOR. José Eli da Veiga. Sustentabilidade. Talvez a sustentabilidade permaneça um tema dos mais relevantes para inúmeras ciências que jamais se unificarão.
  6. NA FOLHA. Maria Alice Setúbal. Escuta, participação cidadã e responsabilização. Compreender bairro, cidade e país exige ouvir o diferente, manter o diálogo.
  7. NO ESTADÃO. União de todos contra o vírus. O iminente colapso do sistema de saúde em boa parte do País não permite relaxamento – nem das autoridades nem dos cidadãos.
  8. Receba a curadoria todos os dias em seu email

Compartilhe conhecimento